Como Ser Luz

1
1398

“Mas o caminho dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam.” (Pv. 4:18-19)

Nesse trecho do livro de Provérbios, o rei Salomão faz várias advertências sobre não fazer escolhas erradas, nem cair nas armadilhas do mal.

No meio do capítulo, porém, ele resolve falar sobre o caminho do justo e o caminho do ímpio. Duas coisas são importantíssimas de serem observadas.

A primeira delas é sobre os ímpios nem sequer sabem em quê tropeçam. Isto é, depois que já se entra nos caminhos do mal, muitas vezes não se tem nem mesmo consciência do que se está fazendo de errado!

Daí o grande perigo de flertar com a iniquidade. Se não estivermos atentos a cada momento, podemos perder a capacidade de discernir o bem do mal. E, como combater isso? Outro trecho bíblico ensina:

“Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.” (Sl. 119:105)

A única forma de impedir os tropeços é nos mantendo sempre em cheque à luz das Escrituras. Avaliando sempre nossos atos, nossas intenções e nosso próprio coração.

Quando, porém, estamos no caminho da justiça, uma coisa curiosa acontece: A própria luz do caminho vai iluminando nossa jornada, até que tudo fica claro como o dia!

Se aquele que pratica o mal tem cada vez menos consciência sobre o bem e o mal, acontece o contrário com aquele que pratica o bem: Ele toma cada vez mais consciência, e enxerga com maior claridade!

E, então, podemos também passar para o próximo ponto: Como ser luz para outras pessoas?

A resposta também está no mesmo provérbio! Quanto mais justiça você praticar, mais o seu caminho também iluminará outras pessoas.

Não é através de palavras, mas sim de atitudes de retidão e justiça. Pois a luz só pode iluminar o caminho de outrem se ela brilhar de forma cada vez mais intensa.

Foque, portanto, menos no falar, e mais no agir e no viver. Quanto mais iluminado você estiver, mais iluminará o caminho dos demais.

Facebook Comments