Segundo o Coração do Eterno

0
590

Uma pessoa me perguntou: “Por que a Bíblia diz que Davi era um homem segundo o coração do Eterno? Procurei respostas mas só encontro achismos ou textos que apelam para emocional. Poderia me dar uma resposta fundamentada nas Escrituras?”

De fato, esse é um tema importante. Primeiramente, para contextualizar, a pergunta se refere ao momento em que o Eterno disse a Samuel que removeria o rei Saul do trono de Israel. A Bíblia Hebraica diz:

“Mas agora seu reinado não permanecerá; o ETERNO procurou um homem segundo o seu coração e o designou líder de seu povo, pois você não obedeceu ao mandamento do ETERNO”. (1 Samuel 13:14)

Esse homem, que o Eterno viria a escolher, era justamente Davi. E aí temos a pergunta: por que o Eterno diz que Davi era um homem segundo o seu coração?

Para compreender, é preciso primeiramente entender que o simbolismo do coração na cultura semita é totalmente diferente do nosso. O coração, para eles, não era apenas o centro das emoções, mas principalmente dos pensamentos, planos e desejos.

Enfim, o coração representava a própria personalidade interior do homem. Observe alguns exemplos:

“Não cobice em seu coração a sua beleza nem se deixe seduzir por seus olhares.” (Provérbios 6:25)

“O ETERNO detesta os orgulhosos de coração. Sem dúvida serão punidos.” (Provérbios 16:5)

“Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do ETERNO.” (Provérbios 19:21)

E, para entender essa questão em particular, o versículo abaixo é talvez o mais elucidativo:

“Mas os planos do ETERNO permanecem para sempre, os propósitos do seu coração, por todas as gerações.” (Salmo 33:11)

Em outras palavras, o homem segundo o coração do Eterno é aquele que se propõe a viver conforme os propósitos do Criador. Compare os dois textos abaixo:

“Saul morreu porque foi infiel ao ETERNO; não guardou a palavra do ETERNO e chegou a consultar uma adivinhadora em busca de orientação, em vez de consultar o ETERNO. Por isso o ETERNO o entregou à morte e deu o reino a Davi, filho de Jessé.” (1 Crônicas 10:13-14)

“Davi consultou o ETERNO novamente. “Levante-se”, disse o ETERNO, “vá à cidade de Queila, pois estou entregando os filisteus em suas mãos”.” (1 Samuel 23:4)

Repare na diferença de atitude: Saul fazia o que bem entendia e queria ser abençoado mesmo assim. Davi queria sempre agir segundo a vontade do Eterno. De fato, Davi fala sobre isso em um salmo:

“Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos.” (Salmo 119:10)

Sabemos que Davi não foi perfeito. Pelo contrário, Davi cometeu erros gravíssimos e pagou caro por eles. Mas, na medida do possível, ele tentava acertar.

Mesmo quando errou, Davi mostrou-se disposto a voltar aos caminhos do Criador, dizendo: “Cria em mim um coração puro, ó Senhor, e renova dentro de mim um espírito reto.” (Salmo 51:10)

Nesse salmo, ele pede ao Eterno justamente isso: Ele quer voltar a agir segundo os propósitos do Eterno. O salmo pede, poeticamente, ajuda para que ele consiga viver alinhado aos planos do Criador.

Uma pessoa segundo o coração do Eterno não é uma pessoa perfeita. Fosse assim, não poderíamos dizer que ninguém é uma pessoa segundo o coração do Eterno.

Na realidade, ser uma pessoa segundo o coração do Eterno significa procurar colocá-Lo sempre em primeiro lugar. Submeter todos os seus planos, propósitos e desígnios à vontade dEle.

Em outras palavras: É perguntar, a cada passo que damos em nossa vida, o que Eterno deseja que façamos.

Facebook Comments