O Pilar do Sacerdócio

O Sétimo Pilar do Monoteísmo Bíblico é o do sacerdócio. Muitos pensam que o sacerdócio bíblico é exclusivo de Israel. Todavia, isso não é verdade.

Até no caso de Israel, observa-se que a escolha dos filhos de Aarão não era o plano original. (Nm. 3:12). Na realidade, o próprio povo de Israel um dia será inteiramente sacerdotal: “Agora, pois, se atentamente ouvirdes a minha voz e guardardes o meu pacto, então sereis a minha possessão peculiar dentre todos os povos, porque minha é toda a terra; e vós sereis para mim reino sacerdotal e nação santa.” (Ex. 19:5,6)

Um dos personagens fundamentais no Pentateuco é Jetro, sogro de Moisés, que a Bíblia diz ter sido um sacerdote de Midiã. (Ex. 18:1) Antes mesmo de Israel se tornar um povo aos pés do Sinai, Midiã já tinha pelo menos um clã que servia no Monte do Eterno. (Ex. 3:1)

O sacerdócio está disponível a qualquer pessoa, mas exige a compreensão de suas características fundamentais:

1) O sacerdote se compromete a viver em obediência (Ex. 19:5)

2) O sacerdote não é um porta-voz do Eterno, e sim um porta-voz de pessoas para com o Eterno. (Ex. 28:29) Isso significa que é alguém que ora pelo próximo sempre que preciso.

3) O sacerdote é também um instrutor, que procura transmitir o que aprende da Escritura para aqueles que se dispõem a ouvir. (Dt. 31:9-11)

4) Ao estar diante de um conflito, o sacerdote procura ajudar a resolver questões entre outras pessoas (Dt. 19:17), sempre procurando a paz e a conciliação dentro da justiça. (Pv. 12:20)

5) O sacerdote abençoa regularmente as demais pessoas. (Nm 6:24-27)

Por essa razão, todo Monoteísta é convidado a ser um sacerdote. Não na concepção de uma liderança eclesiástica, como fazem as nações, mas como um servo que ama ao Eterno e ao próximo.

O Monoteísta deve entender que o sacerdócio não é uma posição de autoridade, mas sim de servidão. E que, através do exemplo dado no caso de Israel, deseja que todos os que vivem em aliança com Ele se tornem como sacerdotes.

O Monoteísta que aceitar a Aliança do Sacerdócio deve se comprometer integralmente com o serviço ao Criador, sempre focado em curar, apoiar, auxiliar, ajudar, orar e abençoar o próximo.

Facebook Comments