Oração: Na Angústia

0
459

Pesados me são os raios do alvorecer, em minha profunda angústia.
Ó Rei Justo, como golpe desferido contra o meu peito é o olhar de ódio.
E como brasa sobre a pele é o rancor dos que me querem o mal.
Perante mim, suas línguas são como flores e suas palavras como o mel.
Me ausento, seus lábios tornam-se vespas, e sussurram veneno de morte.
Inveja, opressão e injustiça corroíam minha carne até o ossos.
Já não mais podia suportar, mas meus olhos encontraram a Tua face.
Tu és a fortaleza inabalável durante a tempestade mais sombria.
E o norte que governa meus passos: não me perderei em meu caminho.
Encontrei Tua força onde estava fraco; Tua companhia na hora da solidão.
Tu alegrarás o Teu servo; susterás o oprimido com poder incomparável.
Pois Tu és o Rei Soberano, Absoluto, Fiel, Confiável, em quem confio.
À Tua palavra as sombras recuam, e a noite escura irrompe em dia.
Afastas a dúvida de minha mente; firmas meus pés para que não vacilem.
Levanta-se o Temido: A terra tremerá sob Seus pés, perante Sua glória.
Tu te vingarás de toda iniquidade; planos perversos jamais subsistirão.
E o justo se alegrará no Teu Reino, e na Tua justiça será consolado.
O choro de outrora cessará; alegria e júbilo se estabelecerão eternamente.
Tão certo quanto Teu Nome é Altíssimo, assim também será Tua vitória.

Facebook Comments