Como ter a Lei do Senhor no coração?

0
2018

“Mas esta é a aliança que farei com a Casa de Israel depois daqueles dias, diz o ETERNO: Porei a minha instrução no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Senhor e eles serão o meu povo. E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao ETERNO; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o ETERNO; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.” (Jeremias 31:33-34)

A promessa acima é fascinante! A ideia de ter a instrução, ou lei, do Senhor em nossos corações é algo maravilhoso.

Mas, o que significa?

Para a cultura dos israelitas daquela época o sentido da palavra coração é diferente de como nós ocidentais do século 21 usamos. Para eles, o coração era o centro dos desejos e dos planos de alguém. Ex: Gn. 6:5, 139:23, etc.

Em outras palavras, escrever a Instrução do Senhor em seu coração significa fazer com que nossos objetivos, nossos planos, e aquilo que temos a intenção de fazer estará sempre alinhado com o que o Criador nos ensina que é o certo a se fazer.

No Salmo 119:11 lemos: “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.”

O que o salmista quer dizer é que tudo aquilo que ele planejar fazer estará dentro do que o Senhor espera que ele faça. Isso é maturidade espiritual.

No começo da revelação monoteísta, o Senhor disse a Israel:

“E será que, se ouvires a voz do ETERNO teu Senhor, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o ETERNO teu Senhor te exaltará sobre todas as nações da terra. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do ETERNO teu Senhor.” (Deuteronômio 28:1,2)

Observe que a aliança era: Se vocês forem obedientes, serão abençoados. Ou seja, para que o povo obedecesse, o Senhor lhes prometeu bênçãos. E continua prometendo.

Mas Ele deseja que nós amadureçamos para que esse tipo de relacionamento seja superado.

Quando você tem um filho pequeno, é normal dizer: “Se você tirar boas notas, ganhará uma bicicleta no fim do ano.” Ou então recorra à punição: “Se tirar notas ruins, ficará de castigo.”

Com o passar do tempo, porém, a expectativa é que a criança cresça e aprenda a ter responsabilidade. Não porque vai ganhar alguma coisa nem porque será punida, mas simplesmente porque esse é o correto a se fazer.

Da mesma forma, a Instrução do Eterno em nossos corações significa exatamente isso. Não mais iremos fazer ou deixar de fazer alguma coisa por causa de recompensas ou punições, mas simplesmente porque o Eterno e a Sua Instrução estão nos nossos pensamentos e desejos constantemente.

Se você quer ter a Instrução dEle em seu coração, é simples: Não faça ou deixe de fazer as coisas porque o Eterno irá te abençoar ou te castigar, mas simplesmente por amor a Ele, e porque é o certo a se fazer.

Esse é o sentido da segunda parte da citação de Jeremias: Ninguém mais precisará passar por esse estágio de desenvolvimento. No futuro, a expectativa do Eterno é que todos nós escolhamos o bem sempre, porque é o que Ele deseja de nós.