O Pilar do Exemplo

O Terceiro Pilar do Monoteísmo Bíblico é o do exemplo. Isso se subdivide em duas categorias: Tomar exemplo, e dar exemplo.

Quanto a tomar exemplo, isso se refere a ter uma leitura da Bíblia Hebraica sempre voltada a compreender o exemplo de conduta que o Eterno quer transmitir.

O profeta Zacarias diz: “Assim diz o ETERNO dos Exércitos: “Naqueles dias, dez homens de todas as línguas e nações agarrarão firmemente a barra das vestes de um judeu e dirão: ‘Nós vamos com você porque ouvimos dizer que o ETERNO está com vocês’ .” (Zc. 8:23)

Isso significa que devemos olhar pra história de Israel, e compreender seus erros e acertos. Porém, tomar o exemplo não significa imitar. Todas as questões envolvendo Israel, na Bíblia e fora dela, têm a ver com todo um contexto histórico, social e cultural.

O Monoteísta enxerga esse elemento cultural, e busca aplicá-lo de forma contemporânea à sua própria realidade. E entende que essa realidade pode variar, de acordo com cada pessoa.

O Monoteísta também faz uma aliança com o Criador no sentido de dar um bom exemplo de atitude de vida. Não se ocupando de coisas vãs, como vestir-se até o calcanhar ou só ouvir música de um determinado tipo, mas sim através de uma constante atitude de caráter reto e amoroso.

O profeta Isaías diz: “Não gritará nem clamará, nem erguerá a voz nas ruas… Com fidelidade fará justiça.” (Is. 42:2-3)

Isso mostra que o que o Eterno valoriza: Não o clamar em voz alta, distribuir panfletos ou entrar gritando num ônibus, mas inspirar através de uma atitude de fidelidade.

O primeiro lugar onde o Monoteísta deve dar o exemplo é em casa, para que seus filhos sejam tementes ao Criador. pois assim diz a Escritura: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Pv. 22:6)

O Monoteísta confia no Eterno, e por isso se compromete a se esforçar mais em transformar sua própria vida do que em transformar a vida de outra pessoa. O exemplo sempre falará mais alto.

Facebook Comments