Declaração da Unicidade

0
444

Ouçam os céus, a terra incline seus ouvidos: De eternidade em eternidade, não há outro que se compare a Ti.

Dia e noite, meus lábios proclamarão a Tua Unicidade. O Altíssimo reina, soberano e incontestável, acima de todo poder, glória e autoridade.

Nada há fora do controle de Tua destra. Quando tudo cessa, e a Criação conhece o limite, Tu ali permaneces. O Temido é causa de todas as causas, e razão de toda existência.

Ponderam os sábios sobre a origem de todas as coisas, e eis que tudo converge na Tua direção. O justo se banhará na luz da Tua Unicidade, e na verdade da Tua Singularidade.

Tu és a fonte de todo amor, e o princípio de toda misericórdia. Nenhum há que possa perdoar. Não há outro, a quem se possa invocar.

Cante a terra as maravilhas dAquele que é Singular. Prostrem-se os mares em reverência Àquele que é o manancial de toda a existência. Estrelas surgem e se apagam, mas Teu domínio é único, e perdura para todo sempre.

Tudo o que respira reconheça em Ti a sua única origem. Tudo o que há provém de uma única direção, e UM é Aquele cujo Sopro movimenta todo o universo.

Reina absoluto em minh’alma, oh Autor da vida, e faz dos Teus desígnios o meu caminho, e andarei na retidão da Tua palavra.

Facebook Comments