A Bíblia é contra ou a favor de dar palmadas?

“O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga.” (Provérbios 13:24)

Muitas vezes me perguntam se, como psicanalista, considero bater numa criança certo ou errado. E, para muitos, o versículo bíblico acima incomoda. Mas não deveria, pois não é nada demais.

Toda criança precisa de limites. E uma criança pequena não tem ainda condições de entender um castigo elaborado. Você pode proibir um adolescente de entrar na Internet, mas o que fazer com uma criança que ainda não tenha condições ser castigada de forma mais subjetiva?

A resposta vem daquela famosa música: Um tapinha não dói.

A Bíblia se mostra perfeita na recomendação acima. Uma criança que passe dos limites precisa mesmo de um corretivo. Mas o bom corretivo é aquele que não machuca.

Quando criança, sempre que me comportava mal podia esperar umas palmadas por parte de meu pai. Eu tinha medo de apanhar, mas não era nada exagerado. Eu sabia que ele jamais faria algo que pudesse me machucar.

O maior problema não é a criança levar uma palmada, mas há duas coisas que não podem acontecer:

1) Apanhar demais. Não confunda dar uma palmada leve no traseiro (onde não dói) com agredir ou, pior ainda, espancar. A própria Bíblia diz, mais adiante:

“Castiga o teu filho enquanto há esperança, mas não deixes que o teu ânimo se exalte até o matar.” (Provérbios 19:18)

Ou seja, a palmada deve ser um corretivo, e não uma descarga para sua raiva. Uma pessoa irada não deve bater até que tenha se acalmado o suficiente para poder dar a palmada sem machucar.

2) Bater sem motivos. Ainda pior do que apanhar demais é quando a criança apanha sem merecer.

Geralmente isso acontece quando o adulto bebe demais, ou explode com facilidade, e desconta covardemente na criança.

Esse tipo de coisa deixa marcas profundas na criança, e ela jamais se recuperará totalmente.

Em outras palavras, a Bíblia é a favor do uso, mas com limites. Deve-se pensar no bem estar da criança. Isto é, aplicar a palmada para corrigir.

Mas repare que a Bíblia diz que quem não dá um corretivo no filho o odeia. Porque uma criança que cresce sem castigo acaba se tornando um adulto sem limites. E isso também gerará inúmeros problemas tanto para a criança quanto para os que estão próximos.

Esse é um dos motivos pelos quais as crianças da atualidade estão tão petulantes e sem o mínimo de educação ou respeito à autoridade.

Corrigir sim, espancar não.

Como na maioria das coisas, o segredo está na moderação.

Facebook Comments