Carnaval: O que é adequado, ou não, fazer?

2
1770

Se você procura um artigo equilibrado sobre as questões referentes ao carnaval, você veio ao lugar certo!

Antes de qualquer coisa, quero deixar claro que eu não gosto do carnaval, em circunstância alguma. Acho até que o Brasil tem feriados demais. Mas, uma coisa é minha opinião pessoal, e outra é a questão do ponto de vista espiritual, e precisamos saber separar as coisas.

O Carnaval é uma festa popular que gera alguma polêmica. Ninguém sabe ao certo como começou, ou o que foi um dia. Mas, o que importa é o que o feriado é, hoje, na prática, para o cotidiano do Brasileiro.

Vamos então observar alguns dos elementos principais da festividade:

1) Músicas: Não existe proibição bíblica sobre este ou aquele gênero musical.

A questão se torna um problema quando falamos de músicas de dois tipos: as que tem letra vinculada à idolatria, e as ensinam valores errados, como por exemplo tar as mulheres como um pedaço de carne.

Se a música não tiver nada desse tipo, não há qualquer problema.

2) Bebidas: Não há problema em beber com moderação. Até as festas bíblicas tinham bebidas alcoólicas (vide Deuteronômio 14:26).

Porém, a Bíblia é contra a bebedeira:

“Não estejas entre os beberrões de vinho, nem entre os comilões de carne. Porque o beberrão e o comilão acabarão na pobreza; e a sonolência os faz vestir-se de trapos.” (Provérbios 23:20-21)

Se você consegue beber com moderação, sem ficar alterado, é livre para fazê-lo. Se você não consegue se conter, é melhor não beber.

3) Fantasias: Fantasiar-se com o objetivo de se divertir não é, em si, um problema. Desde que, claro, a pessoa se vista adequadamente e não como um(a) garoto(a) de programa.

Lembre-se que a Bíblia diz: “Como anel de ouro em focinho de porco, assim é a mulher bonita, mas indiscreta.” (Provérbios 11:22)

Claro, isso vale também para os homens, pois o raciocínio é o mesmo.

4) Ambiente: Se o ambiente for familiar, e você se sentiria confortável de ser visto lá por seus amigos, familiares, filhos ou pais, não há problema.

Porém, se o ambiente for de bebedeira, nudez, ou desrespeito, então não é adequado para ser frequentado. Lembre-se: O ambiente sempre pode nos influenciar:

“O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído.” (Provérbios 13:20)

O mesmo vale para as assistir ou participar de danças, desfiles, comemorações e outros aspectos da festividade.

Na dúvida, faça sempre as seguintes perguntas:

a) Você teria vergonha de ser visto pelo Senhor naquele lugar?
b) Você consegue estar ali e se conter, sem cometer excessos?
c) Você acha que aquele ambiente pode influenciar a você e/ou sua família negativamente?

Se a resposta for ‘sim’ a alguma dessas três perguntas, é melhor evitar. Caso contrário, não há problema.

Lembre-se do que diz a Bíblia: “Não sejam como o cavalo ou o burro, que não têm entendimento mas precisam ser controlados com freios e rédeas, caso contrário não obedecem.” (Salmos 32:9)

Não foi à toa que o Senhor nos deu o bom senso. Ele espera que nós façamos bom uso dele para saber que ambiente podemos frequentar, sem cair nem na imoralidade, nem no legalismo extremista.