Para a Bíblia, o que é adorar?

0
2398

Palavras mudam constantemente de significado. Se você dissesse algumas décadas atrás que você baixou uma foto, as pessoas talvez pensariam que você pegou um porta-retrato e colocou numa prateleira mais baixa. Hoje, a Internet deu novo significado.

O mesmo acontece com palavras do vocabulário religioso. Muitas vezes, o que uma palavra quer dizer no dia-a-dia não é a mesma coisa que ela quer dizer na Bíblia. Ainda mais quando falamos sobre traduções mais antigas.

Isso pode gerar um problema: Muitas vezes quando a pessoa lê um termo na Bíblia pensa logo no significado cotidiano da palavra. E aí cai num erro, pois na Bíblia a palavra significava outra coisa.

Isso acontece bastante com a palavra adorar.

A maioria das pessoas quando pensa em adorar, ou adoração, associa logo com cânticos, louvores ou coisas do gênero. Outros pensam que adorar significa servir, ajudar o próximo, etc.

Essas duas coisas são importantes. Mas não são o que a palavra adorar significa na Bíblia. Observe a passagem abaixo:

“Ó, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do ETERNO que nos criou.” (Salmos 95:6)

Biblicamente, a expressão “adorar” significa, literalmente, prostrar-se. Na cultura do antigo Oriente Médio, quando uma pessoa queria prestar reverência a alguém, prostrava-se perante a pessoa.

Vemos exemplos de prostração quando se quer honrar um visitante; ou quando se está na presença de um rei. Em vários lugares da Bíblia, a mesma palavra no hebraico é traduzida como inclinar-se, ou prostrar-se. (Vide exemplos em Gn. 23:7, Gn. 33:6, 2 Sm. 14:22, etc.)

É claro que, nos dias atuais, se você se prostrar perante um governante, as pessoas acharão muito estranho porque não faz parte da nossa cultura.

Porém, é preciso olhar para a essência da palavra. A essência da adoração bíblica é honrar ou prestar reverência.

Em outras palavras, quando você lê um texto bíblico que te instrui a adorar o Senhor, você deve entendê-lo como um convite a prestar reverência.

Podemos fazer isso de diversas formas. Abaixo, alguns exemplos:

a) Dirija-se a Ele com reverência: Sempre que você for orar, pense que está na presença do Rei do Universo. Quando você está na presença de um juiz ou governante, você o chamará de “Excelência” ou “Senhor”, etc.

Ao invés de começar sua oração já com pedidos, dedique alguns segundos a dizer algo como: “Oh Senhor, glorioso és Tu, com humildade me aproximo de Ti.”

b) Zele pelo respeito a Ele: Não é bonitinho chamar o Senhor de “cara”, “colega”, ou de usar o Nome dEle em piadas ou coisas banais.

c) Mantenha uma atitude reverente: Se você vai tirar um tempo para orar e estar com Ele, tenha moderação quanto a piadas, distrações, etc.

d) Seja sempre um servo: Que tudo que você fizer no seu dia-a-dia seja para honrá-Lo. Tenha uma conduta íntegra que faça com que as pessoas ao seu redor louvem o Nome dEle.

Dessa forma, você praticará a adoração no sentido bíblico da palavra.

Quanto à palavra, é claro que você pode continuar usando no sentido moderno. Apenas separe as coisas. Quando estudamos sobre o que a Bíblia diz a respeito de uma determinada palavra, é importante diferenciar entre o sentido popular e o sentido bíblico.