Como saber se uma profecia é verdadeira?

0
393

A Bíblia Hebraica está recheada de profecias, registradas em diversas partes. Mas, como devemos lidar com isso na vida cotidiana? Como saber se a profecia é verdadeira?

Abaixo, alguns critérios importantes:

1) Não fere o Monoteísmo

O primeiro critério é se certificar de que a profecia não fere o Monoteísmo, pois a Bíblia Hebraica diz:

“Se se levantar no meio de ti profeta ou sonhador de sonhos, e te mostrar um milagre ou prodígio, e suceder o milagre ou o prodígio, de que te falou, e disser: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los; não ouvirás as palavras desse profeta, ou desse sonhador de sonhos; porque o ETERNO vosso Senhor vos está experimentando, para saber se o amais de todo o vosso coração e de toda a vossa alma.” (Deuteronômio 13:1-3)

A Bíblia Hebraica é clara e não admite intermediários espirituais. Uma profecia dada por esse intermédio não é profecia.

2) Você não é obrigado a adivinhar

O maior problema que existe no quesito profecias é o fato de que as pessoas ficam angustiadas tentando adivinhar se a profecia é verdadeira ou não, ou se veio ou não do Eterno.

No fundo, as pessoas temem que, ao duvidar do profeta e/ou da profecia, estejam duvidando do próprio Eterno. Porém, não é assim. A própria Bíblia Hebraica encoraja que questionemos os profetas:

“Se disseres no teu coração: Como poderemos conhecer a palavra que o ETERNO não falou? Quando um profeta falar em nome do ETERNO, se a coisa não se cumprir, tal coisa o ETERNO não falou; o profeta a falou com presunção, não terás medo dele.” (Deuteronômio 18:21-22)

Inclusive, o Eterno adverte que há muitos falsos profetas:

“E disse-me o ETERNO: Os profetas profetizam falsamente no meu nome; nunca os enviei, nem lhes dei ordem, nem lhes falei; visão falsa, e adivinhação, e vaidade, e o engano do seu coração é o que eles vos profetizam.” (Jeremias 14:14)

3) O Eterno dá Sinais

De alguma maneira, o Eterno dá sinais ou confirmações de que a profecia é verdadeira. Observe:

“De novo falou o ETERNO com Acaz: Pede ao ETERNO teu Senhor um sinal em baixo nas profundezas, ou em cima nas alturas.” (Isaías 7:10-11)

4) Existe um propósito

Quando o Eterno dá alguma profecia, é porque as pessoas não teriam a capacidade de chegar por conta própria à informação dada. Em outras palavras, existe algo que realmente precisa chegar ao seu conhecimento.

Por exemplo, quando o Eterno mostrou a Samuel quem Ele queria que fosse rei: “Em seguida fez passar Jessé seus sete filhos diante de Samuel. Disse Samuel a Jessé: o ETERNO não escolheu a estes.

“Perguntou Samuel a Jessé: Estes são todos os teus filhos? Respondeu Jessé: Ainda falta o mais moço, que anda apascentando o rebanho. Disse Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, pois não nos havemos de sentar à mesa, a menos que ele não tenha vindo aqui. Jessé mandou chamá-lo, e fê-lo entrar. Ora era ele ruivo, de belos olhos e de gentil aspecto. O Eterno disse: Levanta-te, unge-o; pois é ele. Tomou Samuel o chifre de óleo, e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante se apoderou de Davi o espírito do Eterno. Então levantando-se Samuel, foi para Ramá.” (1 Samuel 16:10-13)

Assim sendo, cabe se perguntar: Será que é algo que eu não conseguiria enxergar sozinho?

Ou ainda: Será que não daria pra chegar a essa conclusão conversando com pessoas sábias, meditando nas Escrituras ou mesmo através de autorreflexão?

5) Não “Escolha” a Resposta

Um dos maiores problemas que existem é quando a pessoa busca a profecia até encontrar exatamente aquilo que ela quer ouvir. Foi exatamente o que fez o rei de Israel no exemplo abaixo:

“Então disse o rei de Israel a Jeosafá: Ainda há um homem por quem podemos consultar ao ETERNO; porém eu o odeio, porque nunca profetiza de mim o que é bom, mas só o mal; este é Micaías, filho de Inlá. E disse Jeosafá: Não fale o rei assim.” (1 Reis 22:8)

No próprio exemplo de 1 Reis 22, o rei de Israel encontra vários profetas que dizem exatamente aquilo que ele quer ouvir.

Tome cuidado! Como diz o ditado: quem procura, acha.

Conclusão

Profecia é coisa muito séria e delicada. É preciso ter absoluta convicção de que realmente veio do Eterno e não do coração enganoso do homem.

Acima, estão elencados cinco passos que ajudarão você a ter esse discernimento.

Mas lembre-se: O Eterno não fala só através de profecias. Na realidade, profecias são a minoria da minoria das maneiras que o Eterno tem de se comunicar conosco.

Você pode saber mais sobre isso lendo este artigo e a sua continuação.

Ajude Nosso Trabalho

Gostou do artigo? Ajude-nos a continuar com esse trabalho, fazendo um Pix para: [email protected]

Que o Eterno te abençoe!